quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

Livros de 2017

Sempre gostei de ler!

Minha mãe é professora de língua portuguesa e literatura, e com frequência recebia muitos livros das editoras para analisar e utilizar com seus alunos. Nunca faltaram novas histórias para eu e meus irmãos.

Li MUITOS títulos da "Série Vaga-lume" da Editora Ática. Eram os meus preferidos. As vezes "devorava" em um único dia (ou dois, se fosse um pouco mais longo). Esse hábito de leitura me ajudou muito nos estudos, vestibular, concursos e, claro, em momentos de diversão.



Nos últimos anos, tenho lido com uma frequência bem maior, depois de adotar o formato digital. Sempre tenho alguns livros "baixados" no celular (e no Kindle) e qualquer tempinho livre que aparece (mesmo fora de casa), é uma oportunidade de leitura.

O recurso de texto para voz disponível no Android também contribui para acelerar a "leitura", pois dá pra ouvir o livro enquanto você faz outras tarefas que não necessitam tanta atenção, como lavar a louça, por exemplo.


Abaixo está a lista dos títulos que eu li em 2017. Algumas leitura ainda estão incompletas, mas já estou resolvendo isso ;)

Contos peculiares (Ransom Riggs) 
Sniper Americano (Chris Kyle)
Os Goonies (James Kahn)
Bartleby o escrivão (Herman Melville)
Game Chronicles (Italo Chianca)

-- AINDA LENDO  --
Origem (Dan Brown)
Guerra do Velho (John Scalzi)
O mundo numa mochila (Claudiomar Matias) 
Sherlock Holmes Obra Completa (Arthur Conan Doyle)
Tá Gravando, e agora? (Kéfera Buchmann)

O que você leu esse ano? O que está lendo agora? Comente!

terça-feira, 6 de setembro de 2016

Apps Android - Setembro de 2016


Estou bem sem tempo de atualizar esse blog, mas para não deixar morrer de vez, vou listar alguns aplicativos para Android que tenho usado no meu smartphone. Com exceção do Videoder (www.videoder.net), todos os demais estão disponíveis na Google Play.

AUDIO

BeyondPod - Agregador de podcasts
Maple JB - Player de audio com velocidade de reprodução
Spotify - Serviço de musicas por streamming


JOGOS

GBA.emu Free - Emulador de Gameboy Advance
Horizon Chave - Jogo de corrida de carros
VG Collection Tracker Pro - Catalogador de jogos de videogame



VIDEO

DicePlayer - Reprodutor de vídeo com legendas e velocidade de reprodução
Netflix - Serviço de vídeo por streamming
TV Show Favs - Lista de seriados de TV que você acompanha
Videoder - Download de videos do Youtube


VÁRIOS

Evernote - Anotações com fotos, audio, etc.
ES File Explorer - Gerenciador de arquivos
Handcent SMS - Cliente de mensagens de texto
Journey -  Diário pessoal (texto, fotos)
Minhas Economias - Gerenciador financeiro
Operadora DDD - 9o dígito + descobre operadora
Wunderlist - Lista de tarefas com alarme

Há outros apps instalados como Whatsapp, apps financeiros, etc., mas esses são os que merecem destaque no momento.

Podem enviar sugestões de temas e tentarei publicar aqui no blog.

Até a próxima! (Espero não ser daqui há um ano... =P )

quarta-feira, 10 de junho de 2015

Redescobrindo a música com Spotify & musiXmatch

Lá pelos meus 15 anos, era comum os colegas me verem andando na rua, ou no ônibus do estudante, de fone nos ouvidos e carregando uma pochete que continha um walkman, várias fitas cassete e muitas pilhas (claro!).



Comecei com um toca-fitas como esse ai da foto acima, porém na cor vermelha. Depois evolui para um AIWA, a marca mais cobiçada na época.

As fitas eram geralmente gravadas dos LP's que meu pai colecionava, ou compradas em bancas na feira livre que acontecia (e ainda acontece) aos sábados em Ceará-Mirim. Mais tarde eram cópias de CDs próprios ou emprestados de amigos.

Continham as mais variadas seleções e estilos: RPM, Raul Seixas, Feveres, Trilhas do Cinema, Mariah Carey, Roxette, e muitas outras bandas, cantoras e cantores, nacionais e internacionais.

Sempre economizando a pilha com a velha caneta BIC. Quem nunca?


Quando a pilha ficava fraca, era hora de mudar da fita para a rádio FM, ouvindo: Transamérica, Antena 1 e rádios locais (Cidade dá de dez...). Eram fonte certa de novas bandas e músicas. Pena que repetiam as mesmas coisas dezenas de vezes por dia.

Para completar o conjunto, eu carregava por ai uma pasta fichário com centenas de páginas contendo impressões das letras das músicas (em inglês) dos artistas que estavam nas fitas. Foi daí que veio muito do inglês que sei hoje.

Quando surgiu a música em formato digital, no início de tudo com o Real Audio e seus arquivos .ra, e depois com o famoso mp3, descobri um programinha que permitia sincronizar a letra da música com o audio, semelhante às legendas de karaokê. Eram as chamadas taglyrics. Gastei centenas de horas criando arquivos deste tipo para uso próprio e para compartilhar com quem quisesse através do site taglyrics.cjb.net, que não resistiu ao tempo e morreu junto com o Geocities.


Tenho em minha coleção de músicas mp3 aproximadamente 4000 álbuns dos mais variados artistas, nacionais e internacionais. Muitas dessas músicas eu nunca ouvi. #-) Por ser pouco conveniente ir na estante, pegar a bolsa de cds, ligar o computador, encontrar a musica desejada, copiar para o celular para só então ouvir, acabei deixando de lado durante um longo tempo esse hábito de ouvir músicas.

Também não tenho mais paciência de ficar procurando sites com músicas para baixar. Uso bem mais o Youtube para ouvir as musicas que gosto e descobrir coisas novas. Mas Youtube é vídeo, requer uma boa conexão, tem muita propaganda e várias outras coisinhas que tiram um pouco a fluidez de uma seleção musical.

Pra resolver todos esses inconvenientes é aí que entra o SPOTIFY (www.spotify.com/br), um serviço de streaming de músicas que funciona no computador ou no smartphone. Nele é possível buscar milhares de artistas e milhões de músicas, ouvir por streaming (sem baixar) ou fazer download para usar quando estiver sem internet (disponível apenas para quem assinar o serviço).


Custa apenas R$ 15,00 por mês, mais barato que comprar UM cd de música. Claro que não são todos os artistas do mundo que você vai encontrar lá, mas a maioria tem, populares ou não. Ainda não teve nenhum artista que eu quis ouvir e não encontrei.

Existem seleções prontas com vários temas: Pop, Rock, Jazz, Anos 80, Anos 90, Top 50 Brasil, Top 50 Mundo, etc. Você pode criar suas próprias seleções. Dá para adicionar amigos e saber o que eles ouvem e compartilhar suas seleções com eles, e muitas outras coisas...

Para completar a experiência, é possível obter a letra das músicas que você está ouvindo de forma automática, com ajuda do aplicativo musiXmatch. Se você estiver conectado na internet, o app faz a busca pela letra e já mostra na tela do celular/tablet/pc. Tem integração total com o Spotify. Muitas das letras são sincronizadas. Se a letra de uma música não foi localizada, você pode enviá-la e temporizá-la no próprio aplicativo. Outras pessoas em qualquer parte do mundo que ouvirem aquela música verão o seu trabalho.


Estou ouvindo muita coisa boa, descobrindo coisas novas e, o mais importante, me divertindo com isso. E você? Tá esperando o quê? Dá pra usar o Spotify SEM PAGAR NADA, apenas com algumas restrições tipo não poder escolher a música em uma lista (sempre toca em ordem aleatória). Ainda assim vale a pena. Aproveite!

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

BPACast 08 - Educação Financeira

Olá pessoal,

Como meu blog anda meio abandonado, estou "desenterrando" e compartilhando algumas coisas que considero interessantes.

Aqui está uma gravação em áudio, que fiz em 2011, com um pequeno curso sobre finanças pessoais.

Espero que gostem.



Se quiser fazer do download do mp3, visite: http://professor-abrahao.podomatic.com