sexta-feira, 13 de março de 2009

Cliques e Reflexões

Maldita Trepidação

Quase 80% do percurso que faço diariamente em minha moto é sobre pista asfaltada, mas ainda resta um pequeno trecho que ainda é calçamento e este último está me trazendo muitos problemas. Devido à trepidação gerada pelos paralelepípedos, já perdi 2 placas do veículo, 4 lanternas do pisca e mais recentemente o retrovisor (que não segura mais na posição desejada, fica escorregando para baixo). Mandei botar uma reforço na nova placa e estou remendando as lanternas com durepox e fita isolante, só o espelho que ainda não dei jeito. Tomara que em breve a prefeita asfalte o restante das ruas... não quero mais gastar dinheiro com isso.





Caderno Caro!

Você pagaria R$ 14,00 a mais num caderno por causa da capa? EU, NÃO! Pois é, fiquei surpreso quando fui comprar um caderno para acompanhar as matérias do mestrado e encontrei produtos similares com preços tão diferentes. Peguei um caderno com capa dura, de 10 matérias, com páginas personalizadas, envelope plástico para folhas e aqueles adesivos que eu nunca uso por R$ 6,60. Ao lado dele havia um com as mesmas características, porém a capa era do filme CARROS (que por sinal já é meio antigo) e que custava R$ 20,90. Se fosse eu comprando material escolar para uma criança, ela poderia morrer de chorar e eu não compraria. Lembro que na época do 2º grau, eu fazia minhas próprias capas para os cadernos, recortando fotos de revistas ou imprimindo naquelas velhas HP DeskJet. Hoje dá pra fazer uma impressão Laser de alta qualidade por R$ 2,00, muito melhor que pagar um absurdo por causa de uma capa da moda.



Elas ainda existem!

Eita que essa visão me trouxe lembranças nostálgicas. Fitas K7. Sim, elas ainda estão à venda por aí. No tempo que eu estudava em Natal (e morava em Ceará-Mirim) fazia um percurso de mais de 2 horas diariamente, e o jeito de suportar as viagens era dormindo ou ouvindo música no walkman SPORT vermelho com azul (posteriormente num AIWA do mais simples). Na época rolava o som de Bon Jovi, Mariah Carey, The Cranberries, Legião Urbana, Titãs, Paralamas e outros mais. Não tinha pilha que chegasse. Eram pelo menos 3 ou 4 pares de alcalinas por semana (não existiam recarregáveis a preços acessíveis até então).


4 x 1 Para Ele

Pense num negócio difícil de abrir. Juro que tentei de tudo, mão direita, mão esquerda, usando um pano, fazendo pressão em cima da tampa... NADA! Tive que pedir ajuda a minha esposa e somente com 4 mãos conseguimos resolver o problema. Por que será que o pessoal não inventou ainda uma embalagem mais fácil de abrir para esses produtos em conserva?


Um comentário:

Marco disse...

Eu fiz um furo nela, e saiu, mas apanhei muito antes de pensar no furo.