segunda-feira, 13 de julho de 2009

Vícios de Linguagem ?!

Eu até pareço filho de italiano, só consigo falar gesticulando. Minha esposa vive reclamando quando conversa comigo enquanto eu piloto a moto com ela na garupa e fico tirando a mão do guidão para apontar alguma coisa. Sei lá, acho que fica melhor de entender quando explico através de gestos.



Apesar dessa minha mania, tem coisas que me deixam encabulado, fico doidinho, com vontade de sair de perto quando vejo alguém fazer.
Estive observando recentemente como alguns colegas costumam falar ou algumas coisas que eles fazem quando estão falando. Confira:

1. Pessoas que falam pegando na outra pessoa - Odeio quando alguém vem falar comigo e fica o tempo todo cutucando meu braço, como se tivesse pedindo atenção o tempo inteiro, mesmo que eu esteja olhando para a pessoa e conversando 1 a 1. Me dá uma agonia que não é brincadeira. Eu vou me afastando pra ver se a pessoa se toca, mas não tem jeito, o braço do camarada vai esticando mais que o do Senhor Fantástico (Do quarteto fantástico).



2. Pessoas que falam NÉ?
- Outra coisa que me deixa louco é quem fala dizendo NÉ no começo, no meio e no fim de uma frase. Outro dia fiquei prestando atenção numa conhecida que estava falando e contei 28 "NÉ?s" em menos de 2 minutos. Será que a pessoa não percebe?

Eu tinha uma professora no segundo grau que dizia "Então olhe ai, olhe" a cada 30 segundos. Eu ficava contando quantas vezes ela repetia essa frase, e não eram raras as vezes que a contagem passava de 150.



No momento estou lembrando dessas duas, depois coloco mais algumas.

Tem alguma expressão para compartilhar? Deixe um comentário!

2 comentários:

Anônimo disse...

Peça ajuda aos alunos... Eles sempre sabem os cacoetes dos professores!!! :)

Pistone disse...

Acho que eu sei quem é a do Né.