quinta-feira, 10 de janeiro de 2008

Refrigerante choco, nunca mais!

Lá em casa acontece muito disso: compro um refrigerante pet de 2 litros, tomo um pouco e depois de uns dias ele vai pro ralo da pia porque está sem gás. Eu não sou muito chegado em refrigerante (exceto Cajuína), e acabo desperdiçando vez por outra praticamente meia garrafa.


É incrível a variedade de coisas que a gente acaba encontrando na internet. Dessa vez encontrei um tutorial ensinando como não perder o gás do refrigerante. Dicas simples que vão lhe permitir não perder mais sua garapa gaseificada. Veja:

1. Evite abrir a garrafa quando o líquido estiver a temperatura ambiente (quente).

2. Mantenha a garrafa aberta o mínimo de tempo possível.

3. Não agite o refrigerante (não é toddynho!).

4. Se ainda sobrou muito refri, amasse a garrafa até o líquido chegar próximo da tampa e então aperte bem a tampa. Isso reduz a quantidade de oxigênio e o gás não tem como se expandir.

5. Se tem pouco líquido na garrafa, passe-o para um recipiente menor (pet 600ml, por exemplo).

Espero que assim eu consiga (e você também) evitar o desperdício.

Um comentário:

Thiago Alex disse...

As duas ultimas aí não procedem não Abrahão. Seguinte, se você apertar (amassar) a garrafa, vai acontecer o contrário que a dica que você achou declara. O gás vai ter muito mais espaço pra expandir. A princípio concordo que minha afirmação não convence, mas veja: a garrafa é flexível, a quantidade de gás existente junto ao líquido, quando se desprende, será quantidade suficiente pra fazer a garrafa voltar ao seu formato 'comercial' e deixando líquido sem gás. Já se você mantiver ela nesse formato, sem amassá-la o gás preso ao líquido terá que 'brigar' com o ar já residente entre a tampa o refrigerante, assim, menos gás será necessário se desprender do líquido, até que pressão dentro do recipiente mantenha o líquido sem 'soltar gases', mantendo-o 'não-choco'. A segunda (ou quinta dica), de trocar de recipiente, é falha por que no momento em que derramar o liquido de um para o outro, mesmo que o líquido esteja em temperatura bem baixa, o agitar das moléculas na hora da troca vai, 'facim-facim' fazer o gás todo (ou quase) se desprender e sair voando pela sua cozinha, sem você conseguir ver. Hehehe. Tudo isso eu já testei, empiricamente, mas testei. Quer uma dica para não perder seu refri? Compra volumes menores, como de um 1l ou 600ml. Parece mais caro, mas pelo que você falou, sai mais barato comprar menor, do que jogar o grande fora. Abraços.